Recorrer ao fomento mercantil

O fechamento precoce é um dos problemas enfrentados pelas micro e pequenas empresas. Entre as principais causas do insucesso das empresas destacam-se a falta de capital de giro e problemas financeiros. 

Podemos compreender que o “giro”, segundo o autor Alexandre Assaf Neto, está relacionado aos recursos correntes da empresa, isto é, recursos que possam ser convertidos em caixa até um ano no máximo.

Outros especialistas dizem que o capital de giro refere-se aos recursos financeiros, próprios ou de terceiros, necessários para sustentar as atividades operacionais no dia a dia.

Capital de giro da empresa

O difícil acesso ao financiamento é, ainda, um dos principais obstáculos para a criação, desenvolvimento e sobrevivência das pequenas e médias empresas. Neste cenário, o fomento mercantil, têm assumido um papel de grande importância no mercado brasileiro. Por isso, vale a pena falar sobre esse conceito aqui nesta publicação, para ajudar você a entender melhor.

 

Leia também: Guia rápido: tudo o que você precisa saber sobre Capital de Giro.

 

O que é fomento mercantil?

O fomento mercantil, também conhecido como fomento comercial é uma operação financeira de prestação de serviços, os mais variados e abrangentes, tendo como um dos principais objetivos a saúde financeira da empresa.

 

Como o fomento mercantil pode beneficiar a empresa?

As empresas podem utilizar o fomento mercantil e obter todas as vantagens associadas em qualquer fase do seu desenvolvimento.

Visando estabilizar o fluxo de caixa, transformando vendas a prazo em vendas à vista, possibilita à empresa comprar à vista e com isso obter um maior benefício com os fornecedores.

Ao entender o que realmente é o fomento mercantil, abre-se uma gama de novas possibilidades para fazer uma empresa crescer de forma saudável.

 

Qual a função do fomento mercantil

A função social do fomento mercantil é o fornecimento de crédito àqueles que o mercado financeiro não alcança socorro na hora de maior necessidade. Existe função social maior do que ajudar as empresas a sobreviverem quando lhes é negado o crédito por instituições financeiras? Pois essa tem sido a real função do fomento mercantil!

 

Por que recorrer ao fomento mercantil?

Recorrer ao fomento mercantil

Do ponto de vista socioeconômico, as empresas filiadas à Associação Nacional das Sociedades de Fomento Mercantil – Factoring (ANFAC) contribuíram para viabilizar transações econômicas industriais, comerciais e de serviços e ainda, para sustentar milhões de empregos diretos e indiretos.

 

Como funciona esse tipo de mercado?

A abertura de vendas a prazo, que facilitou ao consumidor a compra de mercadorias, pois financia o valor do bem em prestações, com prazos cada vez maiores, fez com que aumentassem as vendas do comércio em geral, por outro lado, os empresários começaram a receber sobre seus produtos vendidos de forma parcelada.

A necessidade de honrar os compromissos com os fornecedores para poder continuar com o empreendimento e sem o capital em espécie em “mãos”, fez com que os empresários escolhessem parcerias com empresas para fomentar seus negócios.

No Brasil, as empresas de fomento mercantil, tiveram um crescimento como fonte de financiamento para pequenas e médias empresas, devido à dificuldade enfrentada em obterem recursos em outras fontes.

 

Quais empresas atuam nesse segmento?

As empresas de fomento se inserem na junção empresarial, sendo reguladas pelas leis de mercado. A Associação Nacional de Fomento Comercial (Anfac) atua na construção de um marco regulatório com base nas experiências obtidas no mercado, destinado a manter a estabilidade institucional e a segurança jurídico-operacional com todas as medidas cabíveis para evitar conflitos de interesses e garantir o nível de profissionalismo da atividade.

 

Quem pode recorrer ao fomento mercantil?

Solicitar fomento mercantil

Sendo um conjunto de serviços de apoio gerencial e de fornecimento de recursos à empresa-cliente, mediante a venda de sua produção, o fomento mercantil só pode ter como clientes pessoas jurídicas (empresas), visto que é um mecanismo essencialmente vinculado ao setor produtivo (de bens ou serviços).

 

Por que é importante?

Atuando na “antecipação de recebíveis” possuem considerável importância para o empresariado das pequenas e médias empresas, uma vez que representa agilidade em negociações, rapidez na obtenção de liquidez e maior controle financeiro.

Além disso, o fomento mercantil mantém ativa e aquecida a economia do país, ao promover acessibilidade a recursos não bancários, evitando o endividamento das empresas e garantindo, segundo o especialista Luiz Lemos Leite, “o capital indispensável ao giro dos seus negócios”.

 

Dar respostas para as dívidas dos clientes

Dívidas Clientes

Normalmente, os problemas financeiros das empresas estão relacionados com atrasos de pagamentos de faturas por parte dos clientes, por isso, o fomento, enquanto uma operação de atividade comercial de antecipação do recebimento da faturação, é uma forma de dar resposta a estas dívidas.

 

Quais as principais vantagens do fomentos mercantil?

De acordo com o SEBRAE, a atividade de fomento apresenta vantagens diretas e indiretas para as micros e pequenas empresas sendo estas seguintes abaixo.

Vantagens diretas:

  • pagamento à vista, de vendas realizadas a prazo, pelo empresário; 
  • garantia de pagamento de créditos comerciais; 
  • ampliação do capital de giro das empresas; 
  • redução do endividamento das empresas, proveniente de clientes inadimplentes; 
  • acesso seguro às exportações; 
  • capitalização da empresa.

 

Vantagens indiretas:

  • aprimoramento de estruturas financeiras-simplificação contábil e redução de custos fixos nas vendas a prazo, eliminando esforços de cobrança de crédito; 
  • reorganização interna dos setores administrativos e contábil, com redução de custos internos;
  •  maior confiança de expansão nas vendas das empresas; 
  • otimização da capacidade gerencial em termos de compras e vendas; 
  • abertura de novos mercados- maior liberdade para o empresário se dedicar a sua atividade produtiva; 
  • maior estabilidade empresarial.

 

Como solicitar fomento mercantil?

Existem algumas distinções entre cada agência de fomento. Contudo, o processo que as empresas precisam realizar para solicitar esse serviço é basicamente o mesmo em todos os casos. 

O primeiro passo é realizar o cadastro junto à agência de fomento escolhida. Isso é necessário para que seja realizada uma avaliação sobre o perfil de crédito da empresa. Sendo que essa análise é mais simples do que aquela feita pelos bancos.

Posteriormente, a empresa deve enviar os títulos creditórios dos quais deseja antecipar o recebimento. Vale ressaltar que isso pode acontecer de forma totalmente digital.

Após receber os títulos, a instituição de fomento os analisa e faz uma proposta.

Desse modo, caso a empresa aceite essa proposta, é fechado um contrato, para fins comerciais, e ocorre o pagamento (antecipação de recebíveis) dos títulos pela fomentadora mercantil.


Agora que você está bem mais esclarecido (a) sobre o fomento mercantil, faça a sua cotação online com rapidez e antecipe o sucesso do seu negócio. Ou entre em contato pelo WhatsApp com a Valor Futuro para tirar suas dúvidas!

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, adicione sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *